Estufas Contínuas de Passagem até 550 °C

Com tecnologia que permite alcançar até 550 °C, as estufas JUNG possuem alto desempenho e podem ser fabricadas com características especiais, de forma a atender plenamente as exigências do processo do cliente.

Desenvolvidas para uso em linhas contínuas de grande produtividade e repetibilidade, as estufas contínuas de passagem são programáveis e podem ter automação completa, garantindo excelente performance e segurança.

Solicite um Orçamento

Estufas Contínuas de Passagem até 550 °C
TE80040
TE46020
Estufas Contínuas de Passagem até 550 °C

Descrição

Foco no seu processo

O portfólio da JUNG é composto por diversos modelos de estufas para as mais variadas aplicações. Dependendo das necessidades de cada processo, a estufa pode receber opcionais ou um projeto especial pode ser desenvolvido para que a adequação seja perfeita.

Alto desempenho, baixo consumo de energia

As estufas JUNG apresentam avançada tecnologia de aquecimento, isolamento e vedação a fim de garantir a eficiência energética durante todo o processo. O projeto de cada estufa visa o alto desempenho e a eliminação das perdas de calor, evitando o desperdício de energia. Com uma ótima distribuição do calor que garante temperatura homogênea dentro do equipamento, a JUNG tem como foco oferecer um produto que entregue alto desempenho com baixo consumo de energia.

Feitos para durar, fáceis de manter

Os equipamentos JUNG são feitos para durar. O uso de componentes de alta qualidade e a tecnologia exclusiva permitem uma longa vida útil ao produto, com baixíssima necessidade de manutenção.

Informações Técnicas

Características

  • Projeto otimizado de acordo com os requisitos do processo.
  • Amplo portfólio com equipamentos que atingem até 550 °C.
  • Elementos de aquecimento e componentes de altíssima qualidade para garantir longa vida útil ao produto.
  • Termopar (pirômetro) blindado.
  • Aquecimento elétrico ou a gás (natural ou GLP) com queimador automático, seguro e eficiente.
  • Sistema de transporte através de roletes, esteira, carro ou calha.
  • Estruturas em chapas galvanizadas para maios durabilidade.
  • Pintura eletrostática com tinta epóxi que proporciona mais resistência.
  • Baixo consumo de energia: proporcional à carga
  • Acionamento dos elementos de aquecimento com Relê de Estado Sólido (RES).
  • Sistema exclusivo de isolamento térmico de alta eficiência que não superaquece a estrutura externa.
  • Controle de velocidade através de inversor de frequência.
  • Controlador automático de tempo e temperatura com mostrador digital (PID).
  • Distribuição uniforme do calor.
  • Garantia de 1 ano.

Processos

Preaquecimento

O preaquecimento é a fase inicial do processo de tratamento térmico, onde a carga tem sua temperatura elevada com a finalidade de prevenir trincas a frio, minimizar durezas, reduzir tensões residuais, diminuir distorções etc.

Revenimento

Este tratamento térmico tem como objetivo reduzir o nível de tensões residuais em aços temperados, principalmente após uma usinagem de grande retirada de massa e soldagem. Os fornos e estufas para este processo atendem a alguns requisitos bem específicos a fim de maximizar a homogeneidade de temperatura dentro da câmara.

Solubilização

O objetivo da solubilização é pôr em solução sólida a maior quantidade possível de átomos de soluto. Este processo deve ocorrer no estado sólido, onde a fusão ou o superaquecimento, mesmo que sejam parciais ou localizados, devem ser evitados. A tecnologia de isolamento térmico de alta eficiência é ainda mais valorizada nesse caso, tendo em vista que a homogeneidade da câmara deve ser especialmente respeitada para a solubilização. 

Envelhecimento

O envelhecimento é a aceleração de um processo que ocorreria naturalmente na temperatura ambiente num prazo muito mais longo. É o tratamento térmico indicado para eliminar tensões internas, decorrentes de usinagem, forjamento ou têmpera, entre outros denominados aços temperados ou mesmo alumínio. O grau de homogeneidade da temperatura definida na câmara deve ser atendido e a retenção do calor na câmara deve ser maximizada.