Chapas Aquecedoras

As Chapas Aquecedoras Vitrocerâmicas JUNG (ou placas de aquecimento, como são também conhecidas) atingem a temperatura de 500 °C e possuem superfície vitrocerâmica de alta resistência, perfeitamente plana, que pode aquecer amostras rapidamente sem sofrer corrosão. 

Com tecnologia exclusiva e 2 anos de garantia, são diversas opções de tamanhos em três diferentes modelos:

  • Chapa Aquecedoras com painel integrado (controle digital ou analógico)
  • Chapas Aquecedoras com painel separado (controle digital)
  • Chapas Aquecedoras totalmente vitrocerâmica, resistente a processos ultra corrosivos (controle digital).

Solicite um Orçamento

Chapas Aquecedoras
Chapas Aquecedoras

Descrição

Diferentes modelos para atender necessidades específicas de processo

Os modelos de chapa aquecedora vitrocerâmica com painel integrado são versáteis e podem ser utilizados diretamente sobre a bancada do laboratório nos mais variados processos. Já os modelos com painel de controle separado são perfeitos para uso em capela de exaustão ou ensaios que exigem mais segurança durante o uso. O painel é embutido no móvel, afastado da superfície aquecida. Para processos ultra corrosivos, a chapa aquecedora totalmente vitrocerâmica apresenta excelência em desempenho e durabilidade.

Estrutura e superfície de alta resistência

Resistente a choques térmicos, a superfície da Chapa Aquecedora Vitrocerâmica JUNG não trinca nem mesmo em contato com cubos de gelo enquanto quente. Por ser vitrocerâmica, diferente das chapas convencionais de aço ou alumínio, apresenta excepcional resistência à corrosão.

Feitos para durar, fáceis de manter

Os equipamentos JUNG são feitos para durar. O uso de componentes de alta qualidade e a tecnologia avançada permitem que a chapa aquecedora tenha longa vida útil, com reduzido consumo de energia e baixíssima necessidade de manutenção.

Informações Técnicas

Características

  • Controle digital microprocessado com função PID para uma rampa e um patamar ou modelo analógico, com ajuste de temperatura por botão regulador.
  • Temperatura máxima de 500 °C entre o vidro e as resistências.
  • Estrutura em aço inoxidável (exceto modelo totalmente vitrocerâmico) com alta resistência à corrosão.
  • Elementos de aquecimento e componentes de alta qualidade para garantir longa vida útil ao produto.
  • Superfície vitrocerâmica isenta de elementos metálicos.
  • Resistente a choques térmicos.
  • Termopar (pirômetro) blindado.
  • Baixo consumo de energia.
  • Garantia de 2 anos.

Chapas Aquecedoras Vitrocerâmicas JUNG com estrutura em inox - Controle Digital

Modelo Área de Aquecimento (mm) Potência (kW) Rede Dimensões Externas (mm)
L x C AxLxC
CV110AP Ø180 1,8 220V 133x290x250
CV210AP 340x220 2,2 220V 130x520x300
CV310AP 500x300 3,3 220V 130x700x400
CV410AP 400x390 4,4 220V 130x600x490
CV510AP 600x400 5,5 220V 130x800x500

Chapas Aquecedoras Vitrocerâmicas JUNG com estrutura em inox - Controle Analógico

Modelo Área de Aquecimento (mm) Potência (kW) Rede Dimensões Externas (mm)
L x C AxLxC
CV110AN Ø180 1,8 220V 133x290x250
CV210AN 340x220 2,2 220V 130x520x300
CV410AN 400x390 4,4 220V 130x600x490


Chapas Aquecedoras Vitrocerâmicas JUNG com estrutura em inox - Painel separado com controle digital

Modelo Área de Aquecimento (mm) Potência (kW) Rede Dimensões Externas (mm)
L x C AxLxC
CV210EP 340x220 2,2 220V 165x420x300
CV310EP 500x300 3,3 220V 165x600x400
CV410EP 400x390 4,4 220V 165x500x490
CV510EP 600x400 5,5 220V 165x700x500


Chapas Aquecedoras Vitrocerâmicas JUNG com estrutura totalmente vitrocerâmica - Controle Digital

Modelo Área de Aquecimento (mm) Potência (kW) Rede Dimensões Externas (mm)
L x C AxLxC
CV210VP 340x220 2, 220V 165x420x300
CV310VP 500x300 2,2 220V 165x600x400
CV410AVP 400x390 4,4 220V 165x500x490

Nota:

Dimensões externas aproximadas. Caso exista limitação de espaço onde a chapa aquecedora será colocada, o consultor deverá ser informado. Dimensões com base nos modelos com estrutura em Inox - não se aplica em estrutura externa 100% vitrocerâmica e para chapas aquecedoras com painel separado.

Processos

Ensaios Laboratoriais

Ensaios laboratoriais englobam os mais variados processos e podem ter como objetivo conhecer o comportamento térmico dos materiais, entender sobre sua estabilidade térmica, composição, condições gerais etc. 

PD&I de Materiais e Processos

Tanto os processos de ensaios laboratoriais quanto a pesquisa e o desenvolvimento de materiais e processos necessitam aquecimento, precisão e confiabilidade. Para PD&I de materiais e processos é imprescindível contar com equipamentos de excelente homogeneidade e controle de temperatura.