15/12
2017

Com mercado em alta, cerâmica “feita à mão” atrai olhares de vários públicos


Apontada como uma das tendências mais fortes na decoração para 2018, as peças em cerâmica estilo handmade (feita à mão) ganham cada vez mais destaque no mercado. A onda do “faça você mesmo”, dos canais de vídeo que ensinam a produção própria e até mesmo a situação financeira fez com que muitas pessoas voltassem os olhares para esta arte.

Fabricante de fornos para as artes do fogo, a catarinense JUNG confirma o crescimento no interesse pela cerâmica. Somente neste ano, o aumento na solicitação de tornos para moldagem de argila, por exemplo, mais que dobrou. “A procura por produtos de nossa linha artística chamou nossa atenção. Tanto que já estamos programando mais um lançamento de produto para o início do próximo ano”, explica Diogo Gustavo Jung, diretor da empresa.

Somente no primeiro trimestre de 2017 o mercado de decoração, do qual as peças em cerâmica fazem parte, subiu 23% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Com um setor aquecido, a arte de modelar materiais como a argila passou a ser muito mais que um hobby para algumas pessoas: está se tornando uma fonte de renda. Além disso, com a diversidade de programas de culinária e também dos de canais de gastronomia no Youtube, a atenção se voltou a todo este universo que abrange os artigos de cozinha. É a vez da valorização das peças únicas, feitas com carinho e muita criatividade.

Linha Artística JUNG

O foco em eficiência energética, segurança e durabilidade fazem da JUNG referência em fornos de altíssima qualidade. São diversas opções de tamanhos nas temperaturas de 900 °C, 1000 °C, 1230 °C e 1300 °C, que permitem as mais variadas aplicações de queima: cerâmica, porcelana, faiança, fusing de vidro, baixo esmalte etc.

​Seu parque fabril está localizado em Blumenau (SC), com três unidades e cerca de 70 colaboradores. Em seus 37 anos de história já vendeu mais de 10 mil produtos para todas as regiões do Brasil e também exterior. Desde 2015, ampliou sua atuação internacional com a abertura de uma unidade nos Estados Unidos, em Pompano Beach, Flórida.

(Imagem: Pexels)



Compartilhe:


29/11
2017

JUNG oferece tecnologia para cremação pet


A partida de um bichinho de estimação vem sempre acompanhada de tristeza e da dúvida do que fazer com o corpo do animal. Pensando em proporcionar um destino digno, a JUNG oferece tecnologia totalmente automatizada e ambientalmente correta. Trata-se do forno crematório JUNG para pets. 

O forno é ideal para cemitérios, crematórios e até clínicas e hospitais veterinários que queiram oferecer um serviço com baixíssimo consumo de energia e totalmente de acordo com valores de proteção ao meio ambiente.

Com design atual, o equipamento é de fácil manuseio, pois tudo é feito por meio de um software exclusivo acessado por tablet (aparelho vem junto com o forno). Esse software monitora e controla todo o processo de forma segura, limpa e pouco custo.

O projeto foi pensado com o intuito de aliar alta performance e eficiência energética para que cada etapa seja muito econômica. O forno é o único no Brasil a utilizar energia elétrica, o que permite que as emissões sejam cerca de 60% menores que as de um forno convencional a gás, atendendo plenamente as normas ambientais mais restritivas. A capacidade de queima é de até 50kg.

Com um mercado pet em ascensão no Brasil – dados do IBGE apontam que no país há mais de 50 milhões de cães e 22 milhões de gatos de estimação -, o novo produto desenvolvido pela JUNG alia tecnologia às necessidades das pessoas, principalmente de grandes centros urbanos.

Ficou interessado? Entre em contato pelo telefone (47) 3327-0000 ou e-mail jung@jung.com.br.



Compartilhe:


10/11
2017

JUNG comemora aquecimento do mercado de fundição


Um momento de respiro após um longo período quase sem ar. É assim como podemos comparar o anúncio de crescimento da produção de fundidos divulgado recentemente pela Associação Brasileira de Fundição (Abifa). A alta de 6,8% nos seis primeiros meses deste ano, comparado a igual período de 2016, trouxe boas expectativas para o setor que já amargava três anos de recessão. A ampliação de 23,3% na produção de veículos no primeiro semestre contribuiu para esta melhora.

Em Santa Catarina, a metalurgia também tem chamado a atenção. De janeiro a agosto, houve alta de 24% na produção industrial ante o mesmo período do ano passado - o maior crescimento entre os ramos da indústria estadual.

Esperança para indústrias de fundição e metalurgia e também para quem fabrica máquinas para esses mercados. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), 2017 deve fechar com faturamento de R$ 68 bilhões, crescendo 3% em relação ao ano anterior. Embora tímido, o índice traz confiança.

Para a JUNG, empresa blumenauense reconhecida por seus fornos de alto desempenho no mercado de fundição, a aproximação de 2018 já dá sinais de retomada da economia. “Temos cautela, mas vemos que o aumento na procura pelos nossos produtos juntamente com os índices divulgados apontam dias melhores para a indústria”, avalia o diretor da empresa, Diogo Gustavo Jung.

Aposta em eficiência energética

Para se destacar no mercado, a JUNG oferece equipamentos de alta eficiência energética. É o caso dos fornos a cadinho, que consomem até 25% menos kWh quando comparados aos modelos tradicionais. Outro bom exemplo está em sua linha de fornos câmara: proporciona até 3 vezes mais economia ante os modelos convencionais com tijolos isolantes.



Compartilhe:


02/11
2017

Tecnologia em forno elétrico para fundição de metais resulta em até 25% de economia em energia


Cortar gastos sem perder a produtividade. Eis aí uma equação que muitos empresários têm recorrido nestes tempos de economia difícil. Quando se fala em metalúrgicas que trabalham com fundição de metais isso é ainda mais complicado, já que a conta de energia pesa diretamente no custo de produção.

Para essas empresas, uma opção de poupar está nos fornos a cadinho da JUNG. Próprio para derreter metais não ferrosos, os equipamentos de alta tecnologia garantem desempenho com baixo consumo de energia quando comparado aos modelos tradicionais – redução de até 25% em kWh.

Ao confrontar com um forno a gás os custos do quilo de alumínio fundido são 40% menores. Dessa forma, a economia pode ser constatada imediatamente após o início do uso do forno, notável já nos primeiros trinta dias. Dependendo do processo do cliente, o retorno do investimento ocorre em apenas quatro meses, sendo uma excelente opção para quem quer resultado em curto prazo.

Além disso, o sistema de isolamento térmico exclusivo de alta performance do equipamento proporciona baixa temperatura na face externa, permitindo um ambiente de trabalho mais seguro para o operador.

"Já percebemos uma retomada no interesse dos investimentos da indústria de não ferrosos no mercado nacional. Somente no último mês, nossas solicitações de propostas triplicaram e temos boas perspectivas para o segundo semestre", comenta Diogo Gustavo Jung, diretor da empresa.

Características dos fornos a cadinho JUNG

Os modelos comportam de 34 a 720 quilos de alumínio por vez e podem ser elétrico ou a gás (basculante hidráulico ou manual). Têm resistências metálicas espiraladas, com fio Kanthal A1, e termopar de câmara tipo K blindado. São os mais indicados em processos no qual a prevenção contra contaminação das ligas é essencial.

A temperatura padrão de fornecimento é de até 1300 °C, dependendo do metal a ser utilizado no processo. Melhor controle da temperatura por meio do acionamento de energia RES e controlador digital PID.

Devido à qualidade dos materiais e componentes, a necessidade de manutenção é baixa.



Compartilhe:


10/10
2017

JUNG estimula eficiência energética através de fornos para tratamento térmico


A energia elétrica nunca custou tanto quanto neste mês de outubro. Com a bandeira tarifária vermelha no patamar dois o impacto para a indústria é gigantesco! A solução é buscar alternativas para economizar.

Estimular a eficiência energética é uma das características da JUNG, especializada em tecnologia para processos térmicos. Sua linha de fornos, por exemplo, proporciona até 3 vezes mais economia, quando comparada ao modelo convencional, com tijolos isolantes. O resultado é graças ao tipo de isolamento que a empresa usa em seus equipamentos.

Em testes realizados na empresa, enquanto um forno convencional consome 16,7 kWh e leva 2 horas e 27 minutos para atingir 1.300 ºC, o da JUNG chega a mesma temperatura em 45 minutos, consumindo apenas 5,8 kWh. Além de ser mais econômico, o equipamento leva somente um terço do tempo para chegar em patamar.

Estudos mostram que o fator de custo para a indústria em geral pode atingir, em alguns segmentos, até 60% do preço final da produção. Por isso a preocupação em oferecer melhor desempenho e menor gasto de energia.

“A economia de recursos naturais é um fator importante para a JUNG. Nosso foco é no desenvolvimento de projetos com conceitos inovadores e excelente desempenho”, afirma Diogo Gustavo Jung, diretor da empresa.

Linha de fornos JUNG

A JUNG dispõe de uma ampla linha de fornos para tratamento térmico, com temperaturas que vão de 650 ºC a 1.300 ºC. Os componentes de alta qualidade e a tecnologia avançada permitem longa vida útil aos produtos, com baixíssima necessidade de manutenção. Além disso, contam com controlador automático de tempo e temperatura com mostrador digital, proporcionando mais segurança a quem opera. Saiba mais em www.jung.com.br



Compartilhe:


01/09
2017

Lançamento exclusivo: Cooktop Elétrico Inline


Amantes e profissionais da gastronomia ficarão impressionados com este lançamento da JUNG. O Cooktop Elétrico Inline (CT400AVL) é diferente de tudo o que há no mercado, principalmente na questão de design: as zonas de aquecimento estão posicionadas lado a lado, em linha, possibilitando melhor aproveitamento de espaço em ilhas e bancadas de ambientes gourmets ou espaços integrados.

 

O modelo Inline é ergonômico, sofisticado e exclusivo no Brasil. A superfície é revestida com vidro ultrarresistente importado da Alemanha, com linhas minimalistas e de fácil limpeza. O formato retangular com botões centralizados facilita o acesso às panelas, tornando a experiência mais dinâmica e eficiente. É possível ainda alcançar variados níveis de temperatura que permitem a criação de diferentes receitas. Além disso, o cooktop conta com a opção Keep Warm, que mantém o alimento aquecido depois de pronto, dando mais praticidade para quem gosta de receber amigos para um jantar.

 

“Pensamos num cooktop que proporcionasse simplicidade na hora de cozinhar. Com este novo conceito, o consumidor ganha em funcionalidade e beleza. É um projeto inovador, do qual nos orgulhamos muito”, declara Diogo Gustavo Jung, diretor da empresa.

 

A novidade da JUNG faz parte da campanha Get Inspired ("Inspire-se", em português) e pode ser usada tanto em ambientes domésticos quanto em restaurantes. O Cooktop Inline chega às cozinhas brasileiras no início de setembro.



Compartilhe:


07/07
2017

Lançamento de estufa laboratorial que alia alta performance e design arrojado


A JUNG apresenta ao setor laboratorial a sua mais nova estufa, que alia alta tecnologia e todo o expertise de seus 37 anos de história. O modelo reúne uma série de funcionalidades e chega para facilitar a rotina de quem trabalha em centros de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, universidades, escolas técnicas e laboratórios como os da indústria farmacêutica e químicas.

A estufa possui painel na parte superior da porta com sistema Easy Touch, com várias opções de rampa/patamar – no total são 20 programas com 9 segmentos –, que possibilita a execução de inúmeros processos diferentes. Tem ainda alta eficiência energética que garante economia no consumo de energia, característica dos produtos da empresa.

“O design do produto foi pensado para aliar alta performance à ergonomia e à questão estética, itens de grande importância no mercado laboratorial. Buscamos oferecer um equipamento com excelente desempenho, durável, fácil de usar e bonito", explica Rodrigo Bernardes, responsável pelo setor de Engenharia de Produto.

Seu sistema de renovação de ar, para eliminação da umidade, aumenta a produtividade, apresentando melhor performance nos processos quando comparada às concorrentes. Além disso, é compacta, estável e simples de operar, proporcionando mais segurança para o uso profissional.

 

Informações Técnicas

Temperatura máxima: 200 °C

Volume: modelos de 18, 42, 80, 148 e 227 litros

Painel: sistema exclusivo Easy Touch com 20 programas com 9 segmentos

Estrutura externa: aço com pintura eletrostática

Estrutura interna: aço inox



Compartilhe:


05/06
2017

JUNG completa 37 anos e se destaca como uma das principais empresas de tecnologia para processos térmicos do país


A blumenauense JUNG, uma das maiores fabricantes de fornos e estufas do Brasil, completa 37 anos neste 1º de junho. Em quase quatro décadas, o foco de seus produtos passou da parte mecânica e estrutural para a tecnologia de ponta, mirando no conceito da Indústria 4.0.

Somente neste ano estão previstos, pelo menos, três novos lançamentos, fruto da dedicação da equipe de Engenharia de Produto que com base em pesquisas de tendência de mercado desenvolve projetos com conceitos inovadores.

princípios que nos guiam desde o início da JUNG ainda são de extrema importância, exemplo disso são os materiais de altíssima qualidade usados em nossos equipamentos. Porém a empresa está agora com o olhar voltado muito mais para a parte tecnológica, no que se refere à automação, ao controle feito de forma remota, usando dispositivos inteligentes para otimizar o processo produtivo do cliente”, explica Diogo Gustavo Jung, diretor da empresa.

A reconhecida eficiência produtiva e energética dos produtos faz com que a JUNG forneça para inúmeras multinacionais do país. Contando com cerca de 70 colaboradores, a preocupação com a interação homem-máquina faz parte da concepção de cada produto. “Isso mudou a empresa nos últimos anos e fortaleceu nosso posicionamento no mercado”, complementa Diogo.



Compartilhe:


08/05
2017

JUNG promove Oficina de Arte gratuita para crianças


Cerca de 40 alunos de duas turmas da EBM Profª Hella Altenburg, de Blumenau-SC, tiveram um dia diferente nesta semana. Na quinta-feira, 4 de maio, eles participaram da Oficina de Arte proporcionada pela JUNG. Divididos em dois grupos – um pela parte da manhã e outro à tarde – os alunos executaram atividades artísticas com uso de argila.

A Oficina de Arte é uma das ações da empresa para fortalecer os laços com a comunidade local.

“O objetivo da ação é apresentar aos alunos uma arte diferente daquela usualmente feita em sala de aula”, relata Andréa Fernanda Essig, analista de RH da empresa. Todas as peças produzidas serão entregues aos alunos nos próximos dias, depois dos processos de secagem e queima.

A Oficina de Arte é oferecida periodicamente pela JUNG. No dia escolhido, alunos de qualquer instituição de ensino visitam as dependências da empresa e aprendem o processo de criação em argila ou de pintura em cerâmica. Eles ainda visitam as dependências da fábrica e, ao final, recebem um delicioso café. A atividade é totalmente gratuita.

“Desenvolver a criatividade da criança é muito importante e o trabalho com argila proporciona isso. É muito gratificante ver a satisfação dos alunos com o resultado do seu próprio trabalho criativo", comenta Liana Jung, coordenadora do projeto e uma das fundadoras da empresa.

A próxima edição já está nos planos da empresa e acontecerá no segundo semestre do ano.



Compartilhe:


25/10
2016

JUNG leva alta tecnologia para FUNDIEXPO, no México


A JUNG participou de um dos mais importantes eventos de fundição da América Latina, a FUNDIEXPO, que aconteceu na cidade de Querétaro, no México. O Congresso e Exposição Internacional da Indústria de Fundição aconteceu entre os dias 5 e 7 de outubro e uniu fornecedores, compradores e empresários de várias partes do mundo. Juntamente com a parceira Tecanalitic, a JUNG mostrou sua tecnologia e alta eficiência energética através da exposição de dois equipamentos para fundição, que movimentaram o estande e reforçaram a presença da empresa em âmbito internacional.  

 



Compartilhe:




Feiras e Eventos

EletroMetalMecânica
Parque de Exposições Tancredo Neves - Chapecó SC
06 a 09 de Março de 2018