Tecnologia e processo para confortar

10/08/2019


No ambiente das empresas funerárias, cemitérios e crematórios, os desafios não se limitam à gestão empresarial tradicional. Nessa área de atuação, os aspectos emocionais mais profundos do ser humano precisam ser compreendidos e atendidos. É uma característica própria desse segmento.

Essa "normalidade" não pode ser confundida com "padronização", que aparenta flertar com o conceito da apatia. Existe grande investimento no desenvolvimento dos profissionais do ramo para reduzir os riscos da apatia. Este é um sentimento perigoso, pois quando falta a devida humanização do processo, as consequências se irradiam, amplificando o sofrimento dos envolvidos. A conta desse prejuízo é cobrada imediatamente. O prestador do serviço paga o preço na sua imagem e em seu resultado.

Ao mesmo tempo, para ter bom desempenho, o negócio precisa ter eficiência operacional. Trata-se de uma verdade universal. A eficiência traduz-se em realizar mais com menos recursos. Obter ganho de escala, processando maior volume no mesmo período. Parece um caminho perigoso para quem quer atender com excelência.

Na verdade, não há necessariamente um conflito entre as duas situações. É possível sim ter uma operação eficiente com atendimento humanizado. Tanto a tecnologia, quanto a padronização e a automatização não são inimigas da humanização. Nem amigas. São conceitos neutros. São apenas ferramentas que podem potencializar os resultados positivos ou negativos.

Na indústria mundial é disseminado o conceito de Lean Manufacturing, ou Manufatura Enxuta, que foca na identificação e mitigação dos desperdícios. Ainda que o tema permita amplo aprofundamento, a verdade é que o Lean Manufacturing pode e vem sendo aplicado na área de serviços. Existe uma lógica inegável que analisa o que realmente é valioso para o cliente, sendo que as demais situações podem ser categorizadas nos desperdícios. É fácil identificar que o tempo necessário ao atendimento de excelência é algo extremamente valioso. Da mesma forma, é evidente que um processo cadastral moroso e que exige informações além das necessárias não agrega valor.

Qualquer ferramenta tecnológica que permita ampliar o sentimento de segurança da família, de que o seu atendimento está em mãos responsáveis, conforta. A percepção de que a comunicação interna da empresa é fluida, que todos demonstram compreender o que e quando precisa ser feito, conforta. Toda percepção de que os materiais, produtos e equipamentos disponíveis são de qualidade assegurada e reduzem os riscos de qualquer infortúnio ocorrer durante os momentos insubstituíveis que este ramo presta, conforta.

Estamos passando por um momento aparentemente único de mudanças nesse segmento. A disseminação dos conceitos do Processo Humanizado demonstram a preocupação genuína em buscar a excelência no atendimento. Muito além da necessidade de conformidade aos "conceitos modernos" de mercado. Está ocorrendo uma importante mudança na compreensão do próprio impacto social de todos os agentes envolvidos nesse ramo. Ou seja, estamos começando a assimilar o potencial dos efeitos das nossas ações que irradiam em cadeia. Ao mesmo tempo em que uma família possa estar passando por um intenso sofrimento, temos a possibilidade de influenciar positivamente. Isso é um belo e exclusivo privilégio. É também uma característica própria desse segmento.

 

Diogo Gustavo Jung

Diretor da JUNG 

 

Sobre a JUNG

Referência em tecnologia para processos térmicos, a JUNG tem a inovação em seu DNA. Com quase quatro décadas de atuação, a JUNG desenvolve projetos voltados às indústrias de tratamento térmico, fundição de alumínio e outros não ferrosos, laboratórios de CQ e P&D&I, etc., além da exclusiva tecnologia para cremação.

Seu parque fabril está localizado em Blumenau, Santa Catarina, com três unidades produtivas e cerca de 70 colaboradores. Em seus 39 anos de história, já produziu mais de 10 mil produtos para todas as regiões do Brasil e também exterior. Em 2015, a JUNG ampliou sua atuação internacional com a abertura de uma unidade nos Estados Unidos, na Flórida.

Para mais informações acesse: www.jung.com.br

Compartilhe:

JUNG visita o mais importante evento de processos térmicos do mundo

10/07/2019


De 25 a 29 de Julho, aconteceu a 14ª edição da GIFA e a 12ª edição da Thermprocess, em Düsseldorf, na Alemanha.

O evento, que acontece a cada 4 anos, reúne 4 feiras especializadas em Processos Térmicos, Fundição e Metalurgia e anualmente recebe mais de 79 mil visitantes de todo o mundo.

Pela 4ª vez, a JUNG esteve presente para conversar com clientes e fornecedores, além dos parceiros Hormesa e Sib, que participaram com stands no evento.


Compartilhe:

JUNG LANÇA A TERCEIRA GERAÇÃO DO SOFTWARE EXCLUSIVO PARA CREMATÓRIO DURANTE A EXPONAF 2019

15/06/2019


Nos dias 29, 30 e 31 de Maio, Campinas sediou a maior feira do ramo funerário de 2019: a EXPONAF (Exposição Nacional de Artigos Funerários). O evento apresentou novidades do setor e possibilitou a troca de ideias entre os participantes, além de gerar negócios.

A grande novidade apresentada pela JUNG neste ano foi a terceira geração do Software TControl 3.0. Desenvolvido com base no conceito humanizado, ele visa o acolhimento da família em momentos difíceis, fornecendo agilidade e garantindo o respeito merecido aos enlutados.

Para isso, a nova versão traz grandes melhorias de desempenho e consumo, além de uma interfae muito limpa e intuitiva. Alguns dos grandes diferenciais são:

 

- Preaquecimento agendado com possibilidade de programação remoa;

- Otimização de rotina com processos até 50% mais rápidos e consecutivos;

- Altíssima eficiência energética com menor consumo de combustível;

- Aferição in loco: agilidade e economia para verificação completa do sistema de análise de gases;

- Segurança extra das informações por meio de monitoramento e registros contínuos com BackUp em nuvem.

 


Compartilhe:

JUNG: 39 anos transformando o futuro!

05/06/2019


A ideia de fazer fornos mais fáceis de transportar surgiu por causa de uma necessidade pessoal: Sra. Liana Jung, apaixonada pelas Artes do Fogo, precisou transportar o seu forno e era quase impossível movê-lo. Foi aí que o Sr. Eldon Egon Jung criou um forno para queima de porcelana e dava os primeiros passos com uma empresa que viria a se tornar referência nos segmentos em que atua.

Visionário, Sr. Jung logo percebeu que o mercado carecia de equipamentos de alta qualidade, durabilidade e praticidade, o que o levou a criar modelos que servissem perfeitamente ao segmento. As pessoas começaram a pedir que fossem fabricados mais e mais fornos para suas necessidades. 
Uma coisa levou à outra e assim surgiu a JUNG!

Atualmente, a empresa conta com mais de 60 funcionários e marca presença nas principais feiras dos segmentos que atende.

Com foco no Costumer Success (Sucesso do Cliente), oferece muito mais do que equipamentos para processos térmicos: a JUNG oferece soluções!

O zelo pela excelência se faz presente desde o cuidado com a qualidade de seus produtos até a consultoria personalizada no atendimento a cada cliente. O investimento em melhorias não só em equipamentos mas também no uso da tecnologia e integração com a indústria 4.0 são provas que a JUNG está alinhada com as principais tendências mundiais.

 

Há 39 anos, transformamos o futuro. 

 

 

 

Compartilhe:

Lançamento da Plaqueira JUNG Flex

18/03/2019


Plaqueiras são grandes aliadas dos ceramistas quando se trata de uniformização da espessura da argila e agilidade, permitindo que a criação de pratos, vasos e outros inúmeros objetos seja feita de forma super prática e ágil.

No primeiro trismetre de 2019, a JUNG lançou um novo modelo de Plaqueira cujo design compacto foi pensado especialmente para otimizar espaços limitados.

Este modelo pode ser utilizado sobre mesas ou bancadas já existentes no ateliê, além de ser muito flexível, como o próprio nome sugere: ela é fácil de usar, guardar e transportar! 

 

Oferecendo tanta praticidade e flexibilidade, a Plaqueira JUNG Flex é um item indispensável para um ateliê ficar completo! 

 

Compartilhe:

O Dia das Crianças na JUNG foi comemorado com muita Arte!

26/10/2018


No dia 20 de outubro, as mesas da JUNG se encheram de cor e os jardins de risos durante a 6ª edição da Oficina de Arte.

Neste ano, os funcionários foram convidados a trazer seus filhos para pintarem pratos de porcelana em comemoração ao Dia das Crianças. O evento foi um sucesso, já que até os pais soltaram a criatividade, pintando suas próprias peças.

A Oficina de Arte tem a curadoria de Liana Jung, fundadora da JUNG, empresária e artista . O evento acontece periodicamente e reforça o compromisso social da empresa de agregar valor às suas ações. Todo o material utilizado e a queima das peças são fornecidas pela empresa e seus colaboradores. Depois de uma tarde de muita arte, o evento terminou com um delicioso café!


Compartilhe:

Estufas da JUNG solucionam problema de consumo energético elevado em metalúrgica

28/08/2018


Um produto com tecnologia exclusiva de aquecimento, que garante eficiência energética durante todo o processo. Esta é uma das qualidades das estufas JUNG, empresa que busca as melhores soluções em eficiência energética para seus clientes.

Um dos cases de sucesso mais recentes neste quesito é da Susin Francescutti Metalúrgica Ltda, de Caxias do Sul (RS). A empresa possuía quatro estufas para o tratamento térmico de peças automotivas, porém apresentavam consumo energético elevado. Foi então que a metalúrgica buscou as soluções da JUNG.

Uma primeira estufa foi instalada para a validação do processo. Após a confirmação do aumento da eficiência energética, a Susin optou em substituir seus quatro equipamentos por três da JUNG.

“O fluxo de trabalho é muito importante para nós, por isso procuramos soluções que atendessem esse problema. Além do mais, os antigos equipamentos estavam defasados energeticamente”, explica o diretor da Susin, Mercio Susin.

Uma estufa para cada projeto

O portfólio da JUNG é composto por diversos modelos de estufas para as mais variadas aplicações. Além disso, modelos exclusivos podem ser fabricados com características especiais para atender plenamente às exigências do processo do cliente.

As estufas JUNG apresentam alta tecnologia de aquecimento e isolamento térmico a fim de garantir o uso inteligente da energia durante todo o processo. A excelente distribuição do calor garante uma temperatura homogênea dentro do equipamento, contribuindo diretamente na perfomance e na otimização dos resultados.

Conheça outras características e modelos no site www.jung.com.br.

Sobre a Susin Francescutti

A Susin Francescutti Metalúrgica Ltda surgiu em 1954 na cidade de Caxias do Sul (RS). Sua atuação compreende os mercados automotivo, agrícola, aeronáutico, construção civil, competição automotiva, entre outros.

Atualmente, a empresa é líder nacional na fabricação de virabrequins para o mercado de reposição e está presente em mais de 40 países. Desenvolve desde itens especiais, protótipos e virabrequins forjados, eixos comando de válvulas, pontas de eixos, barras de ligação, bielas forjadas e eixos excêntricos.

Saiba mais sobre a JUNG

A JUNG atende diversos segmentos do mercado com equipamentos de altíssima performance, alinhados à indústria 4.0. Atualmente, tem um portfólio com mais de 100 produtos, voltados principalmente para processos de tratamento térmico, fundição de alumínio e outros não ferrosos, laboratórios de CQ e P&D&I, cremação, além da reconhecida linha artística, destinada à queima de cerâmica, porcelana e fusing de vidro.

Seu parque fabril está localizado em Blumenau(SC), com três unidades produtivas e cerca de 70 colaboradores. Em seus 38 anos de história, já produziu mais de 10 mil produtos para todas as regiões do Brasil e também exterior. Além disso, a JUNG conta com uma unidade internacional localizada na Flórida, nos Estados Unidos.

Para mais informações acesse: www.jung.com.br.

Compartilhe:

JUNG comemora 38 anos de atuação

01/06/2018


A inovação sempre acompanhou a história da JUNG, empresa blumenauense de tecnologia para processos térmicos. Mas ao completar 38 anos de existência neste 1º de junho a empresa chega com um novo patamar tecnológico. O foco agora está em oferecer equipamentos cada vez mais automatizados, em que a alta tecnologia proporciona integração de sistemas.

“Apesar do cenário conturbado dos últimos dias, olhamos com otimismo para o futuro e orgulhosos de completar 38 anos de história”, comenta Diogo Gustavo Jung, diretor da empresa.

Toda a preocupação da JUNG com a automatização faz com que ela seja uma das poucas do mercado a alinhar em seus produtos a Internet das Coisas à Indústria 4.0. Um bom exemplo disso é seu mais recente lançamento, o HTControl - sistema de gestão de linhas de Tratamento Térmico.

Com ele é possível integrar os sistemas de uma linha com dois ou mais fornos para tratamento térmico. Desta maneira é possível otimizar o controle da produção, à medida em que há o gerenciamento inteligente das informações em tempo real. Graças ao suporte remoto, o cliente pode verificar gráficos e relatórios dos equipamentos, assim como as adequações de operação, tudo à distância.

Outro destaque é seu forno crematório pet elétrico com placas fotovoltaicas. Além de estar alinhado às exigências mais restritivas, ele também segue às mais modernas tendências de sustentabilidade, cogeração de energia, energia renovável e redução da emissão de CO2 em até 60%.

“Desde o início buscamos oferecer produtos de alta qualidade e durabilidade. Porém foi necessário aprimorar nossas tecnologias para acompanhar esta nova era da indústria, que tende a cada vez ser mais digital. Nos enche de orgulho, ao completar mais um ano de existência, em ver que estamos no caminho certo”, comenta Diogo.

De Blumenau para o mundo

Em 1980, a JUNG surgia em Blumenau(SC) com a proposta de fabricar fornos para cerâmica e porcelana com um sistema inovador de isolamento térmico. Não demorou muito para a empresa diversificar sua linha de equipamentos. Atualmente seu portfólio conta com mais de 100 produtos, atendendo diversos segmentos da indústria, crematórios e laboratórios.

A ramificação e o aprimoramento da tecnologia ao longo dos anos fez com que a empresa fornecesse produtos para clientes de pequeno a grande porte e multinacionais. Em 2015, ampliou sua atuação internacional com a abertura de uma unidade na Flórida, Estados Unidos. Além disso, conta também com uma unidade de tratamento térmico com capacidade de processar até 50 toneladas e temperatura até 1100 ºC.

Conheça mais sobre a JUNG: www.jung.com.br.


Compartilhe:

Tecnologia para processos térmicos da JUNG é apresentada na FEIMEC 2018

03/05/2018


A JUNG participou dos dias 24 a 28 de abril da Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos (FEIMEC), em São Paulo. O evento, considerado o maior do segmento na América Latina, contou com a participação de 460 expositores.

Na feira, além de seus conceituados produtos, a JUNG apresentou novidades que envolvem alta tecnologia. Um deles foi o HTControl - sistema de gestão de linhas de Tratamento Térmico. Alinhado ao conceito da Indústria 4.0, o software conta com as melhores plataformas de controle e automação disponíveis no mercado.

Com o HTControl é possível integrar os sistemas de uma linha com dois ou mais fornos para tratamento térmico, otimizando o controle da produção e fazendo o gerenciamento inteligente das informações em tempo real. A verificação online de gráficos e relatórios dos equipamentos, assim como as adequações de operação, pode ser feita à distância, graças ao suporte remoto que ele oferece.

Outra novidade foi os fornos tipo Lehr, específicos para linhas de recozimento de vidros e cristais. Com tecnologia exclusiva, o projeto foi desenvolvido para ter alto desempenho e eficiência energética maximizada. Os fornos iniciam com cerca de 10 metros de comprimento e possuem esteiras com alta planicidade e alta homogeneidade para garantir um resultado preciso. O conceito modular permite aumentar o equipamento conforme a produção do cliente, fazendo com que este produto tenha um grande diferencial no mercado.

Além da feira em si, a JUNG também participou da Rodada Internacional de Negócios, com várias reuniões com potenciais clientes do exterior durante os dias do evento. 


Compartilhe:

JUNG participa de importante feira do setor funerário no Brasil

27/04/2018


Um evento de sucesso. Esta é a avaliação da JUNG sobre a 6ª Feira Funerária Brasil, que ocorreu entre os dias 25 e 27, em Natal (RN). O evento é referência para o mercado e contou com mais de 100 expositores.

A JUNG investiu em um stand arrojado e ao mesmo tempo confortável para permitir aos visitantes uma oportunidade de relaxar durante a apresentação da tecnologia e a discussão sobre os planos de negócios. O lançamento do forno crematório pet elétrico com placas fotovoltaicas foi o que mais impressionou os visitantes.

O novo patamar tecnológico estabelecido pela JUNG permite alinhar os projetos de crematórios não só às exigências mais restritivas ambientalmente, mas também às tendências de longo prazo relacionadas à sustentabilidade, cogeração de energia, energia renovável e redução da emissão de CO2 em até 60%. Tudo isso sem prejudicar o custo operacional, que é inclusive beneficiado pela redução do custo energético.

“A feira funerária está se provando novamente um importante evento especializado do setor. O público é altamente selecionado e representa não só a região nordeste, mas todo o Brasil”, avalia Diogo Gustavo Jung, diretor da empresa.

Durante a feira, a JUNG conseguiu rever diversos de seus clientes, o que causa grande satisfação pela relação de parceria reforçada e o ótimo feedback do desempenho dos produtos e serviços oferecidos pela empresa.

Além disso, a automação dos processos de cremação que a JUNG oferece também impressiona os visitantes, especialmente aos que conhecem as tecnologias mais usuais do mercado.

Pausa para visita

 

Antes de participar da Feira Funerária, o diretor da JUNG, Diogo Gustavo Jung, conheceu as instalações do Cemitério e Crematório Parque da Saudade, em Fortaleza (CE), que conta com a tecnologia da empresa blumenauense. O espaço oferece instalações belíssimas, proporcionando um serviço humanizado de muita competência e respeito às famílias.

A visita foi conduzida por Mayra Grisólia, proprietária do empreendimento e também presidente do Sindicato das Empresas Funerárias do Estado do Ceará (SEFEC). O empreendimento da família Grisólia orgulha a JUNG pela parceria e oportunidade em participar desse admirável projeto.

Compartilhe: